A tecnologia agropecuária leva a uma expansão lucrativa e inteligente

O agronegócio é um dos setores mais estáveis economicamente, no Brasil, sempre se mantendo em crescimento, e a tecnologia agropecuária é uma das responsáveis por esse impulsionamento.

As máquinas, ferramentas e equipamentos estão auxiliando nas tarefas, levando a uma maior produtividade e a decisões mais efetivas, baseadas em dados numéricos.

Nos últimos anos, com a pandemia, a transformação digital cresceu de forma inesperada e, no campo, ela está presente em todos os processos, através da tecnologia agropecuária.

Mesmo diante de tantos desafios do período, o setor seguiu produtivo, gerando mais de R$1 trilhão de movimentação em 2021.

Isso significa que em duas décadas o faturamento do agronegócio brasileiro quase triplicou.

De acordo com o Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a estimativa é que o VBP – Valor Bruto da Produção Agropecuária, para 2022, chegue a R$1,204 trilhão.

Esse montante é 4,3% maior do que o registrado em 2021, e a tecnologia agropecuária é uma das grandes aliadas do produtor.

Alguns destaques esperados são: algodão, café, amendoim, cana-de-açúcar, laranja, banana, tomate e milho. E também a carne bovina, suína e de frango.

A tecnologia agropecuária se apresenta em diversas vertentes, que passam pelas agrotechs, softwares, automação das fazendas, rastreabilidade, internet das coisas, atingindo também a genética de animais e plantas.

Tecnologia Agropecuária

Saber o que está acontecendo na propriedade com apenas alguns cliques, é algo que muitos produtores jamais imaginaram que seria possível, mas a tecnologia agropecuária transformou o que parecia uma obra de ficção em realidade.

É o que podemos chamar de gestão de alta performance, quase livre de erros, pois segue uma série de variantes que levam a essa precisão na tomada de decisões.

Tudo isso graças ao desenvolvimento de softwares de inteligência artificial, que atuam coletando dados continuamente, e muitas vezes em tempo real.

Outra vantagem significativa da tecnologia agropecuária está ligada a um dos maiores desafios do setor, que é produzir mais e impactar menos o meio ambiente, é o exercício da sustentabilidade.

Tecnologia agroindustrial é necessária e eficiente na cadeia no agronegócio

O uso eficiente da água, a redução do carbono, insumos que não degradem, tudo isso está inserido no contexto sustentável, eficiente e produtivo.

E quando todos esses setores conseguem funcionar de forma integrada, existe também a redução de custos, e uma melhoria na qualidade do que é produzido, impactando positivamente toda a cadeia.

Outros diferenciais da tecnologia agropecuária que merecem destaque são:

  • Maior produtividade – mais plantas por hectare, além de identificar gargalos na produção.
  • Menor custo – o uso da inteligência auxilia diminuindo o consumo de insumos como pesticidas e fertilizantes, baixando o custo da produção.
  • Assertividade e eficiência – sensores detectam escassez de água e nutrientes, apontando o que a plantação precisa. Isso leva a decisões mais ágeis, eficientes e com melhores resultados.
  • Segurança e menor impacto ambiental – a tecnologia agropecuária é altamente confiável, garantindo segurança. E com menor uso de produtos químicos sem necessidade, rios e lençóis freáticos são menos impactados.

O emprego das tecnologias agropecuárias

Para que seja possível visualizar melhor onde as variadas tecnologias agropecuárias estão empregadas, selecionamos algumas.

  • Sensores e drones – atuam focados especialmente no monitoramento das lavouras, seja de forma mais abrangente, ou específica.

Os sensores podem ser instalados estrategicamente nos talhões, registrando as variações da umidade e qualidade do solo.

Já as imagens feitas, periodicamente, pelos drones, auxiliam para a rápida detecção de pragas, e outros problemas que a lavoura pode apresentar, agilizando a ação para o correto controle, podendo ainda fazer o mapeamento 3D do local.

  • Telemetria – faz a analise da performance das máquinas que atuam na propriedade, para acompanhar se elas estão trabalhando com precisão, para evitar gastos desnecessários com combustível e melhorar sua eficiência.
  • Agricultura de precisão – através de vários equipamentos, coleta dados que são importantes para o produtor, fazendo com que a tomada de decisões seja mais rápida e eficiente.
  • Edge Analytics – é uma tecnologia que liga os computadores de bordo dos maquinários com a internet, possibilitando a coleta de dados que são enviados para uma central de processamento.
  • Inteligência artificial – inovação no setor é algo incentivado, até economicamente, pelo próprio Governo Federal, que tem investido para ampliar seu uso e expandir a tecnologia agropecuária.

Economia de insumos, combustíveis, menor impacto ambiental, maior produtividade e a consequente lucratividade dos produtos, é o resultado que se busca.

Fontes: MAPA – Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento; Revista Rural;  Food Connection; Agro Pós; Siagri; e Sempre Nova.

A MW Solar é a solução para a sua economia. Temos a missão de levar para nossos clientes energia solar fotovoltaica no campo e na cidade.
www.mwsolar.com