Tecnologia na agricultura deixa lavouras mais produtivas e sustentáveis

A cada ano que passa novas ferramentas são direcionadas para aumentar a produtividade do agronegócio, e a tecnologia na agricultura segue em expansão.

Quem não acompanhou esse processo nas últimas décadas talvez não tenha notado, mas desde 1990 a tecnologia na agricultura começou a conquistar seu espaço.

Esse foi o momento que surgiram as preocupações com processos mais sustentáveis, que abriram espaço para a automação digital.

Assim começaram as coletas de dados e a acompanhamento da produção das lavouras, bem na “ponta do lápis”, o que mostrou que a tomada de decisões poderia ser facilitada.

Mas a partir de 2010, a tecnologia na agricultura ocupou seu lugar de forma definitiva, com sistemas integrados capazes de otimizarem a produção.

Hoje, nas médias e grandes propriedades, o investimento em tecnologia na agricultura é algo rotineiro e os produtores estão abertos para as novidades.

Você sabe o que são as AgTechs e como elas podem auxiliar o seu negócio?

Máquinas autônomas, drones e robôs exigem sim um investimento financeiro, mas o setor já entendeu que isso está longe de ser um gasto, porque o retorno que proporcionam vale cada centavo aplicado.

O conceito de tecnologia na agricultura, utilizado hoje, também é chamado de agricultura 5.0, que tem como objetivo primário, produzir cada vez mais, em espaços menores.

Um estudo da McKinsey sobre a agricultura brasileira, e o comportamento dos produtores e gestores, revela indicadores que devem ser considerados. Confira:

  • 36% usam as plataformas virtuais para fazer compras, ou seja, acreditam no comércio on-line;
  • a comunicação também se digitalizou, e 85% usam o WhatsApp para negociações; e
  • 34% dos agricultores do Brasil investem seus lucros em tecnologias de insumos, e 40% em máquinas.

Tecnologia na Agricultura

Quando se fala em tecnologia na agricultura a primeira coisa a se destacar é o aumento da produtividade, mas é preciso entender que existem vários outros benefícios a serem considerados.

  • No quesito sustentabilidade, a tecnologia na agricultura auxilia na diminuição dos impactos ambientais, proporcionando um menor escoamento de produtos químicos para os rios e lençóis freáticos.
  • Também é importante considerar ferramentas que, aliadas com a tecnologia na agricultura, levam a uma redução do consumo de água, fertilizantes e pesticidas. Isso ajuda diminuindo os custos de produção e os impactos ambientais.
  • Com o uso da tecnologia de ponta, os trabalhadores ficam mais seguros, realizando suas atividades com maior eficiência e menor risco de erros.
  • Quando se investe em tecnologia na agricultura, fica nítido o ganho em eficiência produtiva. O controle se dá desde a gestão financeira, passando pelas negociações, a eficiência e rentabilidade de determinada semente, as deficiências do solo, até o monitoramento da produção e sua distribuição.

Tecnologias que mudaram a agricultura

Algumas tecnologias na agricultura estão mudando a realidade do campo, e toda a cadeira produtiva do agronegócio.

Separamos algumas que estão causando grande e positivo impacto. Acompanhe:

  • Sensores – quando aplicado em tecnologia na agricultura, os sensores conseguem captar como a plantação está se desenvolvendo.

Exige maior necessidade de água ou algum nutriente para o solo? Alguma ameaça de praga? Os sensores conseguem fazer monitoramento em tempo real, agilizando a solução de possíveis problemas.

  • Softwares – podendo ser atualizados on ou off-line, eles atuam como um equipamento importante para uma gestão altamente eficiente.

Entre suas funcionalidades está a de armazenar informações detalhadas, que envolvem todos os processos que acontecem dentro da propriedade, e também fora, mas que podem impactar a tomada de decisões.

  • Drones e VANTs (Veículos Aéreos Não Tripulados) – eles podem atuar registrando imagens em alta resolução, auxiliando no monitoramento quando os satélites não estão disponíveis, ou quando é necessário um registro mais específico.

Por essa tecnologia na agricultura, é possível contar as plantas, mediar a altura da plantação, e checar se os pesticidas estão sendo eficazes.

  • Máquinas autônomas – que podem ser programadas e operadas sem a intervenção humana.

Muitos tratores já trazem vários sensores altamente sofisticados, auxiliando no trabalho.

Mas a tecnologia na agricultura tem se desenvolvido para apresentar ferramentas mais eficientes e precisas, que irão desenvolver atividades com maior performance e exatidão, além de operarem de maneira a consumirem menos energia/combustível.

Outra vantagem dos equipamentos autônomos é que, diferente dos humanos, eles não precisam de turnos de descanso.

E você, já investe em tecnologia na agricultura? Se ainda não, fique atento e informe-se sobre as que mais poderiam fazer seu agronegócio expandir.

Fontes: Pix Force; Monitora; Agro Inteli; Jacto; e Fundação Roge.

A MW Solar é a solução para a sua economia. Temos a missão de levar para nossos clientes energia solar fotovoltaica no campo e na cidade.
www.mwsolar.com